31 de outubro de 2009

Aged promove 2ª etapa da vacinação contra aftosa

Começa no dia 1º de novembro a segunda fase da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa. A campanha se estende até o dia 30 de novembro, segundo o diretor-geral da Agência de Defesa Sanitária do Maranhão (Aged), órgão da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima). O lançamento da campanha ocorre nas unidades regionais de Santa Inês e Zé Doca. As ações se estendem, em seguida, por todo o Maranhão.

De acordo com Luiz Almeida, a governadora Roseana Sarney e o Secretario de Agricultura, Afonso Ribeiro, estão empenhados no propósito de erradicar a febre Aftosa no Maranhão e consequentemente elevar o Estado ao status de Zona Livre com vacinação. Essa mudança, segundo ele, impulsionará o agronegócio. Ao atingir uma área livre da febre aftosa com vacinação, com baixo risco, serão abertas, para o Estado, fronteiras de negócios nacionais e internacionais. O empresário vai buscar preços competitivos para sua atividade pecuária e atrair novos investidores para o setor.

Para realizar o trabalho, foram mobilizadas várias equipes formadas por médicos veterinários, fiscais de defesa animal, assistentes de defesa agropecuária, técnicos agrícolas e auxiliares de campo. São 18 escritórios regionais, 79 unidades veterinárias e 112 escritórios de atendimento à comunidade, além de 13 barreiras zoofitosanitárias.










A Aged está promovendo dias de campo, palestras e reuniões nos comitês municipais de sanidade agropecuária (Comusas) em povoados, sindicatos, associações, escolas, para conscientizar sobre a necessidade da total cobertura vacinal no rebanho maranhense.

O Maranhão possui o segundo maior rebanho bovino e bubalino do Nordeste, com aproximadamente 6.836.192 cabeças. A Aged intensificará a vacinação dando prioridade aos municípios que tiveram baixos índices vacinais na 1ª fase, superando os 95,99% da etapa anterior , garante Luiz Almeida.

Zé Doca em Foco 31/10/2009

Área indígena ameaçada por tráfico de drogas


A situação está tensa na reserva indígena do Alto Turiaçu, que faz fronteira com os municípios de Maranhãozinho, Centro Novo, Centro Guilherme, Santa Luzia do Paruá, Alto Alegre e Zé Doca. Cerca de 26 mil mudas de maconha, em 17 novas áreas, já foram destruídas por militares do Grupo tatico Aéreo (GTA) em parceria com a Polícia Federal. Além disso, garimpeiros e madeireiros disputam espaço em extração ilegal na divisa com a reserva.

A operação que é feita em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Fundação Nacional do Índio (Funai), Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF) já têm um ano e meio. Intitulada de Operação Arco de Fogo, além de fiscalizar a exploração dos recursos naturais de forma indevida nas terras indígenas, averigua também casos de plantação de maconha na região.


Segundo o Secretário Adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), Aluísio Mendes, a região já vem sendo usada no plantio da droga. “A estratégia é causar prejuízos aos traficantes, combater a capacidade de produção e o tráfico de maconha ainda na fase de plantio, antes da colheita”, afirmou Mendes.

Zé Doca em Foco 31/10/2009

30 de outubro de 2009

Impasse entre sindicato e professores deixa 80% das escolas estaduais paradas

Professores protestaram contra acordo firmado entre o governo e o Sinproesemma (Foto: G. Ferreira)

Com 80% das escolas estaduais paradas, um grande número de professores da rede de ensino estadual, organizados no Movimento de Resistência dos Professores (MRP), voltou a protestar na manhã de ontem, 28. A manifestação foi motivada pela aprovação do acordo salarial de reajuste emergencial de 10%, realizada entre o governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma). Mais de 1.200 professores, lotados na capital, marcharam da Praça Deodoro até o Palácio dos Leões sob gritos de protestos e indignação, munidos de apitos e faixas gigantescas onde expressavam toda a sua revolta.
De acordo com o sindicalista e professor Marcelo Pinto, integrante do MRP, durante assembléia realizada na sede do Sinproesemma, a categoria rejeitou o acordo, fruto de quase seis meses de negociação da direção do sindicato e o governo. E que, por isso, decidiu lutar por um reajuste de 19,21% retroativo a janeiro e pelo Plano de Cargos Carreira e Salários (PCCS). “Percebemos que a última via teria que ser acionada, por isso a categoria, e não o MRP isoladamente, decidiu pela paralisação, como instrumento de pressão social para que a pauta de reivindicações seja plenamente atendida. Não podemos acatar essa reposição salarial que na verdade foi de 8% a ser pago agora no mês de outubro, e os outros 2% seriam pagos em janeiro”, declarou.
O professor afirmou que eles são a base do Sinproesemma e reiterou que o papel da diretoria da entidade é cumprir as deliberações tomadas pela categoria em todas as suas instâncias. Marcelo Pinto disse também que essa é mais uma tentativa de golpe de governo do Estado que insiste em descumprir a Lei do Piso e do Fundeb, oferecendo um acordo que não contempla os anseios dos trabalhadores em educação. “O posicionamento da Secretaria de Educação é de total intransigência, a governadora recomendou aos diretores de escolas que nos colocassem falta. Mas, isso não nos intimida; portanto, ressaltamos que continuaremos parados até que nosso posicionamento seja aceito, pois a vontade de uma diretoria isolada não reflete a vontade da coletividade”, disse ele.
O MRP confirmou que a Justiça do Trabalho foi acionada por eles, para requererem as atas das assembléias regionais, a fim de anular as ações da diretoria do sindicato na condução da efetivação do acordo, que segundo a categoria, descumpriu o estatuto da entidade em vários artigos. “Temos ainda outras reivindicações essenciais das quais não abriremos mão, como a construção do PCCS, a reformulação do Estatuto do Magistério, a concessão imediata das aposentadorias, progressões e titulações; gestão democrática nas escolas e concurso público para todos os profissionais da área. Sem a garantia desses pleitos não nos renderemos às manobras do governo e da direção do Sinproesemma que fez e fará de tudo para usurpar nossos direitos”, relatou Marcelo Pinto.

  Sinproesemma – O presidente do sindicato, Júlio Pinheiro, rebateu as acusações do MRP e afirmou que a maioria das assembléias realizadas desde o dia 16 de outubro decidiu acatar a proposta de reposição salarial emergencial, oferecida pelo governo. E que das 18 assembléias regionais apenas três foram a favor da greve geral, como São Luís, São João dos Patos e Zé Doca. “As outras 15 regionais entenderam que o estado de greve deve ser mantido até a implantação do PCCS e o estabelecimento de prazos para a conclusão das outras reivindicações. A oposição quer greve por reajuste e não pela conjuntura geral, brigando aí por penas mais 2% de aumento, uma vez que conseguimos quase 16%, já que o governo elevou a proposta para 10%, somando-se a esse índice à antecipação de 5,9% em abril”, revelou.
O presidente do Sinproesemma declarou que não está de braços cruzados, pois além dos 15,97% de reajuste, entregou também ao governo a proposta unificada de Estatuto e PCCS, que teria se comprometido em iniciar na próxima semana o processo de negociação. Júlio Pinheiro disse que exigiu a realização de um concurso público para atender a carência de professores (aproximadamente 12 mil) e vagas específicas para especialistas e funcionários de escolas. “O governo assumiu o compromisso de aplicar a automaticidade das promoções, bem como fazer um levantamento dos entraves para a concessão da licença prêmio, entre outros. É claro que muitos pontos ainda faltam ser acordados, por isso estamos em estado de greve, o que não podemos aceitar é que em um universo de 32 mil professores, apenas uma pequena parcela dos sete mil que integram São Luís decidam por todos”, afirmou.

Fonte: Jornal Pequeno

Zé Doca em FOCO 30/10/2009

28 de outubro de 2009

Imprudência provoca mais um acidente em Zé Doca



Na manhã da  ultima quarta feira mas um acidente aconteçeu na Av: Stanley F. Batista, um veículo cadette vermelho bateu  em cheio na moto do jovem dennis que com a batida foi jogado pra fora  da pista, segundo testemunhas e o próprio envolvido no acidente, o motorista do veículo fês uma manobra brusca e proibida e ao peceber que havia batido em um motociclista fugiu em auta velocidade sem prestar socorro a vítima que feslimente teve apenas ferimentos leves.



Zé Doca em Foco 29/10/2009

27 de outubro de 2009

Dor e comoção: Zé Doca se despede de jovem morta em acidente



Dor e comoção: Zé Doca se despede de jovem morta em acidente

Foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira (26) o corpo da jovem Awair Rogéria Rodrigues Bezerra, vítima de um acidente de trânsito na tarde de ontem, na Avenida Coronel Stanley Fortes Batista, próximo ao posto magnólia em Zé Doca. Parentes e amigos deram um adeus emocionado a jovem.



Ela morreu depois que a moto que pilotava colidiu de frente com uma caminhonete L200 com placa de Campina Grande PB. A jovem chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. O acidente aconteceu por volta das 14h. A moto que Awair pilotava era uma Houston, de propriedade de sua irmã que ganhou a mesma em um sorteio realizado por uma empresa local no mês passado.


              Awair deixou saudades, por ter sido uma jovem muito conhecida na cidade.

          AWAIR ROGERIA RODRIGUES BEZERRA

Zé Doca em Foco 26/10/2009

26 de outubro de 2009

"ACIDENTE" Trânsito faz mais uma vitima em Zé Doca



Na tarde deste domingo dia 25 o transito de Zé Doca fez mais uma vítima, segundo testemunhas a moto pilotada pela jovem Awair bateu de frente com uma caminhonete L200, algumas pessoas ainda tentaram socorrer a vitima mas o impacto foi tão forte que a mesma morreu no local e o corpo foi levado ao Hospital Municipal SESP no qual a vítima era técnica de enfermagem.


Tudo aconteceçeu nas proximidades do Posto Magnolia, a frente do veicúlo ficou totalmente destruida e a moto pegou fogo na hora.
A Cidade praticamente parou ja que Awair era conhecida por todos.


Zé Doca em Foco 25/10/2009

25 de outubro de 2009

"POLICIA" Zé Doca está no alvo da Polícia

A fiscalização aumentou nesta região da Floresta Amazônica e os policiais também descobriram que os traficantes brigam por espaço com madeireiros e garimpeiros.
O que sobrou da Floresta Amazônica em Centro do Guilherme virou agora território sem lei: o faroeste maranhense.

A reserva indígena Alto Turiaçu tem cinco mil e trezentos quilômetros quadrados, quase do tamanho de Brasília.

No lugar de mandioca e batata doce, culturas de subsistência para os índios, a polícia encontrou mais de 70 mil pés de maconha, prontos para a colheita.

"Essa região é usada pelos traficantes porque é uma área de difícil acesso numa mata fechada e é uma área indígena, o que dificulta a ação da polícia", diz Aluísio Mendes, policial.

E não é só isso. O sobrevôo revela um gigantesco garimpo clandestino, no meio da mata. Existe ainda outro problema, nos últimos anos a polícia aumentou a pressão em Paragominas, no Pará, um dos municípios em que há que mais desmatamento no país. Com isso, donos de madeireiras e de serrarias acabaram se refugiando no Maranhão.

Agora quatro municípios maranhenses estão no alvo da polícia: Amarante; Buriticupu; Centro do Guilherme e Zé Doca. Neles ficam quase todas as serrarias, a menos de 30 quilômetros das aldeias, de onde cortam a madeira. Trinta e quatro das 36 madeireiras da região usam árvores extraídas ilegalmente das reservas.

"Neste jogo de forças, o madeireiro vem constantemente desafiando o poder público. O que a gente tem observado é uma dificuldade muito grande de fiscalizar; e as fiscalizações infelizmente não se dão de forma contínua, periódica", diz Alexandre Soares, procurador da República.

È um crime que ultrapassa as fronteiras. Uma parte da madeira que sai da Amazônia vai abastecer indústrias moveleiras fora do Brasil. "Algumas investigações nossas envolvem importadores de madeira. Essa madeira, ela sai via de regra pelo Pará e vai alimentar indústrias de móveis na Europa, América do Norte e países asiáticos", diz Luís André Almeida, delegado Polícia Federal.

A Funai, que deveria fiscalizar as reservas, não quis gravar entrevista. No Maranhão as áreas indígenas somam mais de 16 mil quilômetros quadrados, são o que ainda resta de Floresta Amazônica no estado.

Zé Doca em Foco 25/10/09

"POLICIA" Secretaria de Segurança promove encontro com lideranças comunitárias de São Luís


O Secretário Raimundo Cutrim em companhia de toda a cúpula do Sistema de Segurança Pública do Estado promoveu durante O  dia 24, o II Encontro de Conselheiros Comunitários de Segurança da Regional Metropolitana de São Luís.
O evento aconteceu no Auditório Leofredo Ramos, no prédio da SSP, e contou com a participação de lideranças comunitárias e representantes de várias comunidades da capital envolvida no projeto dos Conselhos Comunitários, totalizando cerca de 700 pessoas.
Com o objetivo de levantar o papel e a importância dos Conselhos Comunitários na discussão e formulação das políticas públicas na área de Segurança para o Maranhão, o encontro teve apresentação de palestra proferida pelo secretário Raimundo Cutrim com a temática “A Importância dos Conselhos de Segurança”, além de implantações de projetos preventivos desenvolvidos e que serão aprimorados pela Secretaria de Segurança, como o Roda Viva, Cinema na Comunidade, Festa Legal, Esporte sem Drogas, o Protejo e o Mulheres da Paz.
Estiveram presentes, além de Raimundo Cutrim, o secretário adjunto de Modernização Institucional da SSP, coronel William Romão; os superintendentes de Polícia Civil da capital e do interior, Sebastião Rodrigues e Jair de Paiva Lima, respectivamente; do comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco; o secretário do gabinete de Gestão Integrada, coronel Adécio Vieira; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Marcos Sousa Paiva; o representante da Câmara Municipal, vereador Augusto Serra, entre outras autoridades civis, militares e políticas.
Durante a apresentação, o coronel William Romão, destacou a filosofia dos Conselhos de Segurança. “Esta é uma nova forma de focar as questões inerentes à Segurança Pública. Na Europa, EUA e no Japão esse projeto é sucesso e aqui no Brasil, e em especial no Maranhão, não vai ser diferente. O artigo 06 da Constituição Federal diz que a democracia é participativa. Neste sentido, os Conselhos de Segurança e a Polícia Comunitária trabalham juntos, sendo o sujeito da própria história nos projetos e ações sociais dentro do modelo de prevenção da violência e da criminalidade”, ressaltou.
Na oportunidade, Cutrim enfatizou o trabalho de aproximação comunitária que vem implantando desde sua gestão passada à frente da pasta. Comentou sobre o Proerd - Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. Programa este similar ao que existe nos EUA desde 1983, que o Rio de Janeiro adaptou em 1992 e, que ele trouxe para o Maranhão em 2002, a partir da implantação em Santa Inês e posteriormente para São Luís. Hoje, o programa contabiliza 150 mil alunos da 5ª à 8ª séries em 87 municípios com 103 policiais militares formados e capacitados exclusivamente para o programa.
Conselhos – Os Conselhos Comunitários de Segurança são órgãos deliberativos, normativos e informativos de representantes da sociedade civil organizada e do poder público, com o objetivo de estabelecer, acompanhar, controlar e avaliar as políticas Públicas de Segurança no Maranhão.
É uma iniciativa fruto da parceria do Governo Federal, por meio do Programa Nacional de Segurança Pública (Pronasci) e Secretaria de Estado de Segurança Pública.
Em São Luís, a Segurança Pública conta com 700 conselheiros nomeados e capacitados, distribuídos em 23 distritos localizados nas circunscrições dos Cids (Centro Integrado de Defesa Social). No interior do Estado, são 18 os municípios onde possuem os Conselhos implantados e até o final do ano o secretário Raimundo Cutrim pretende estender esse número para 50 cidades.
Os próximos municípios a serem instalados são: Colinas, Zé Doca, Pinheiro, Cururupu, São João Batista, Penalva e Santa Helena.

Zé Doca em foco 25/10/09

19 de outubro de 2009

Estão abertas as inscrições para Concurso de Professor

Já estão abertas as inscrições para o provimento de 5.320 vagas de professores do Sistema Público Estadual. São 4.409 vagas para o ensino médio, 471 para o ensino fundamental e 440 para educação especial. Os salários variam de R$776,12 a R$1.481,20.

As inscrições variam entre R$ 58,37 (para os cargos/disciplinas de ensino médio) e R$ 69,37 (para os cargos/disciplinas de ensino superior). E podem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas Clique aqui, até as 14h do dia 10 de novembro, observado o horário de Brasília.

Provas


Para o ensino médio, foram abertas vagas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol), Matemática, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Ensino Religioso, Filosofia, Arte, Química, Física, Biologia e Sociologia. Na área de educação especial há vagas para professores intérprete de Libras, instrutor de Libras e revisor de Braille. No ensino fundamental, as 471 vagas são para professores de turmas de 1ª a 4ª séries.


As provas serão aplicadas pela Fundação Carlos Chagas (FCC) no dia 13 de dezembro. Os candidatos às vagas de professor do ensino médio e do ensino fundamental farão as provas em quatro municípios pólos: São Luís, Caxias, Bacabal e Imperatriz. Já as provas para o ensino especial, além destes pólos, serão aplicadas também no pólo de Zé Doca. (Do JP Online, Agência de Notícias / Governo do Estado)

Zé Doca em foco 19/10/2009


17 de outubro de 2009

Dois homens assaltam agência dos Correios de Boa Vista do Gurupi

Dois homens armados de pistolas, e usando bicicletas, invadiram e assaltaram, no final da manhã de ontem, a agência dos Correios, do município de Boa Vista do Gurupi, distante 524 km de São Luís. Segundo a Polícia Civil do município, a agência não informou a quantia roubada pelos bandidos que, conforme testemunhas, estavam vestidos de fardas de funcionários de uma operadora de telefonia móvel.
“Eles renderam os funcionários, mas realizaram toda a ação criminosa sem dar tiros, sem fazer reféns, ou ferir os clientes. Em seguida, eles fugiram nas duas bicicletas que deixaram estacionadas na porta da agência, tomando rumo ignorado”, informou o delegado regional do município de Zé Doca, Luis Cláudio Balby.

O fato, que ocorreu por volta das 11h30, está sendo investigado pelo titular da Delegacia de Boa Vista do Gurupi, o delegado Jorge Antônio Silva Santos. Segundo informações vindas das duas delegacias, a mesma agência já foi alvo de ataque há pelo menos dois anos. Por ainda não haver pistas sobre o paradeiro dos bandidos, a polícia resolver intensificar as buscas na própria cidade, onde a ocorrência foi registrada.

Zé doca em Foco 17/10/2009

12 de outubro de 2009

Alunos de Zé Doca são aprovados em Vestibular


Estudantes do IFMA Campus Zé Doca foram destaque no último vestibular realizado pela Uema (Universidade Estadual do Maranhão) no município. 37 alunos foram classificados nos cursos de Bacharelado em Administração Pública, Licenciatura em Pedagogia e Licenciatura em Filosofia, o que garantiu índices de aprovação, respectivamente, de 44%, 36% e 24% nas turmas dessas graduações.
vestibular_ze_doca3vestibular_ze_doca2
O diretor do Campus Zé Doca, Ivaldo da Silva, comemorou o bom desempenho e destacou a satisfação dos professores em oferecer um ensino de qualidade e contribuir para o desenvolvimento educacional da região. “Esperamos que sirva de estímulo aos demais alunos do Instituto Federal e também aos de outras instituições da cidade”.

- APROVADOS DO INSTITUTO NO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DE ZÉ DOCA
1- 55404 LUSIANE FREIRE NUNES
2- 1789 EMANNUEL PAULLINO SOUSA MORAIS
3- 27859 ADRIANE BESERRA CARVALHO
4- 14842 DANIELA NASCIMENTO SENA
5- 5851 LETICIA JANAINA BRANDAO OLIVEIRA
6- 33865 ELYS NAYANNE VIEIRA MATOS
8- 22662 TAFFAREL MORAIS ROCHA
12- 7004 CADIMIEL VIEIRA SOUSA
18- 17072 WESNEY YURBY MESQUITA DA SILVA
23- 24810 FRANCISCO MACHADO DA SILVA NETO
28- 3921 RAQUEL DA SILVA NASCIMENTO
29- 35752 ELSON ALVES MONTEIRO
30- 19748 MARCLEITON MACHAO SILVEIRA
34- 233 JEOVANES SOUSA SANTOS
40- 27053 ELIFABIO DE LIMA EUFRASIO
41- 39329 GILVANN PINHO SERRA
42- 17870 ISMAEL ARAUJO DA SILVA
44- 6373 CLEANE DE JESUS MATOS MARQUES
47- 42872 MARCELO MELO SILVA
48- 27396 RENATO SILVA ARAUJO
49- 18913 MARIA JOSE MORENO CORREIA
50- 17832 SILMARA DOS SANTOS OLIVEIRA

- APROVADOS DO INSTITUTO NO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA DE ZÉ DOCA
1- 17720 RONISSY ALVES ALENCAR
4- 18680 JONATHA MARCELLES AGUIAR PINTO
11- 8130 KEYLA OLIVEIRA DA SILVA
14- 13325 GUILHERME AZEVEDO SEBA
15- 52800 JACQUELINE CAVALCANTE RODRIGUES
18- 20332 JESSANDRO ROZENO MACHADO

- APROVADOS DO INSTITUTO NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DE ZÉ DOCA
6- 25991 DARLEILA DAMASCENO COSTA
7- 59879 JAKELINE DE OLIVEIRA DE SOUSA
8- 55453 ROZENITA LIMA DE OLIVEIRA
9- 45207 WELITH BARROS MELO
11- 12821 ANA CLAUDIA GOMES CARNEIRO
14- 59854 KEILIANE ABREU DA SILVA
16- 48191 FRANCISCO DA CHAGAS MACHADO PEREIRA
20- 31679 VILMA NUNES BATISTA
22- 60555 GISELLE GOMES COSTA

Zé doca em Foco  12/10/2009

Miss Zé Doca 2009 foi eleita em festa de gala na cidade

Na noite do dia 19 de setembro de 2009 a cidade de Zé Doca parou para acompanhar a eleição da mulher mais bonita do município.Foi no Clube Luxemburgo onde compareceram várias autoridades da região,

A festa começou com DJ’s detonando, animando os convidados que já compareciam em peso para acompanhar a escolha da MISS ZÉ DOCA. Logo em seguida a banda de pop rock nacional Os Subversos entrou no palco para continuar fazendo a festa de quem se encontrava ali, animando a todos com suas músicas, fazendo todos que ali compareciam se levantarem e começarem a dançar.

O momento mais esperado foi a hora de todos conhecerem quem seria a MISS ZÉ DOCA. O apresentador Agamenon Pinto Filho começou a chamar todos que iriam fazer parte do corpo de jurado e em seguida o apresentador chamou as candidatas para desfilarem em trajes típicos. Logo em seguida o promotor do evento Edivaldo Souza começou a citar o nome de cada uma, altura, idade e peso. Após fazer as devidas apresentações ele anunciou quem seria a MISS mas fotogênica eleita no site www.zdstar.com que foi Bárbara Kennya,  logo após, Geovanne Tavares cantou em homenagem as todas as candidatas e em seguida anunciou o inicio da votação que iria eleger a mulher mais bonita do município. Depois de muito suspense a candidata eleita foi anunciada, sendo Paula de Kássia, logo após a coroação da MISS a festa seguiu embalada até altas horas com a Banda Menina assanhada.

Zé Doca em Foco 12/10/2009

Prefeito Natim anuncia novos projetos para Zé Doca


O prefeito Raimundo Nonato Sampaio (Natim), em entrevista concedida ao programa Informe dos Municípios, falou das suas viagens a São Luiz e a Brasília em busca de projetos e recursos que possam beneficiar os moradores de Zé Doca. Como por exemplo, a construção de cinco quadras poliesportivas na cidade. Em sua entrevista disse ainda que Zé Doca vai receber uma grande quantidade de asfalto e duas novas creches serão construídas. Em relação a água potável, serão construídos dois poços e duas caixas d’água, uma de 800 mil litros e a outra de 500mil litros, com isso o problema da falta de água deverá ser resolvido. Umas das principais metas do prefeito é a construção da Maternidade Pública que vai favorecer muitas mães de diversos municípios. Acrescentou que os povoados de Nova Conquista e Ebenezia estarão recebendo grandes benefícios. O povoado de Nova Conquista deverá receber quatro km de asfalto, repassado pelo Deputado Federal Gastão Vieira, e Ebenezia estará também sendo beneficiada; esse é um compromisso do próprio prefeito, disse ele. Para finalizar o prefeito Natim disse que boa parte desses projetos devem ser iniciado no mês de novembro .O prefeito Raimundo Nonato Sampaio (Natim) voltou a Brasília em busca de novos projetos .O município de Zé Doca será uma cidade diferente,melhor de se viver, garantiu o prefeito Natim.

11 de outubro de 2009

Zedoquense participou de concurso no Programa da Xuxa



Zé Doca esteve presente no concurso "A mais bonita dona de casa do Brasil", do programa da Xuxa. Participou do concurso, como finalista a linda Albertina Ribeiro, maranhense da cidade de Zé Doca e representou no concurso a região Centro-Oeste, uma vez que reside atualmente em Brasília. Albertina Ribeiro é casada, tem três filhas e uma beleza exuberante.


Zé Doca em foco 10/11/2009


a de casa do Brasil", do programa da Xuxa. Participou do concurso, como finalista a linda Albertina Ribeiro, maranhense da cidade de Zé Doca e representou no concurso a região Centro-Oeste, uma vez que reside atualmente em Brasília. Albertina Ribeiro é casada, tem três filhas e uma beleza exuberante.

Zé Doca em foco 10/11/2009

MEC já tem nova prova do Enem elaborada, diz Haddad


O ministro da Educação, Fernando Haddad, informou em entrevista ao programa "Bom Dia, Brasil", da TV Globo, que o Ministério da Educação dispõe de "um banco de itens" com "uma nova prova elaborada" para ser aplicada em substituição à avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que seria realizada no fim de semana, mas foi cancelada por causa de fraude revelada pelo jornal O Estado de S. Paulo.
Segundo Haddad, as questões do banco de dados foram preparadas para esse tipo de eventualidade. O tempo necessário para aplicação da segunda prova, informou o ministro, é o de impressão. Ele não precisou em quantos dias a nova versão estará pronta, mas observou que será necessária a impressão de cópias para mais de 4 milhões de estudantes inscritos, o que levará "algumas semanas". No início da tarde, Haddad dará entrevista coletiva para falar sobre o assunto.
O ministro comentou que nunca ocorreu o furto de um exemplar de uma prova do Enem. "E os indícios são fortes de que houve a subtração de um exemplar. Chegou ao nosso conhecimento, por uma jornalista do jornal O Estado de S. Paulo, uma descrição do que ela foi capaz de ver, nas mãos do criminoso, e a equipe técnica do MEC foi à sala-cofre do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e constatou que a descrição que ela fazia correspondia a alguns itens da prova", contou o ministro.
A venda de um exemplar da prova foi proposta ao Estado por um homem que procurou a reportagem e pediu R$ 500 mil. "Nós não vimos o material", disse Haddad, "até porque ele não o entregou para a jornalista, mas, diante da evidência, não nos resta outra opção a não ser adiar a aplicação da prova e reformulá-la, porque essa prova impressa está comprometida." O ministro acrescentou que será feita, agora, não apenas uma investigação para identificar e prender os autores da fraude, mas também para descobrir como foi possível o furto de um exemplar da prova.
Haddad disse que, "graças à atuação do jornal O Estado de S. Paulo", que alertou o ministério, foi possível identificar o furto do exemplar e adiar a prova. Ele assegurou que não haverá consequências para os estudantes inscritos. "Quem está inscrito permanece inscrito. Basta aguardar a nova data e usar o tempo que ganhou em função desse incidente para continuar estudando normalmente, como se fosse fazer a prova daqui a algumas semanas", aconselhou.

Cama de Gato: TV Globo Grava Cenas no Maranhão



A próxima novela das seis, "Cama de Gato", teve suas primeiras cenas gravadas no Maranhão durante o mês de julho. As gravações ocorreram nas dunas brancas do Parque dos Lençóis Maranhenses e nas dunas amareladas dos Pequenos Lençóis, que na trama representam um deserto fictício.

"Tivemos autorização do Ibama para chegar a alguns lugares com um número reduzido de carros. Todos os dias encaramos muito sol e muito vento", conta o diretor-artístico Ricardo Waddington. As gravações começavam geralmente às 10 horas e se encerravam quando o sol se escondia entre as dunas, por volta de 17h30. Para as cenas noturnas, em um único dia as gravações se estenderam até o lusco-fusco, com o auxílio de três geradores portáteis.

A produção também passou pela capital São Luís e Chapada das Mesas, no sul do Maranhão."Cama de Gato" tem autoria de Duca Rachid e Thelma Guedes, e direção-artística de Ricardo Waddington. E traz no elenco atores como Marcos Palmeiras, Carmo Dalla Vecchia, Isabela Garcia, Ed Oliveira e Rodrigo Rangel.

Zé Doca em Foco 11/10/2009