17 de novembro de 2009

PF fecha garimpo ilegal e prende vice-prefeito em reserva indígena


ALTO TURIAÇU / CENTRO DO GUILHERME

A Polícia Federal fechou, um garimpo ilegal, no município de Centro do Guilherme, localizado na reserva indígena Alto Turiaçu, próximo à divisa com o Pará. Durante a operação, realizada em conjunta com o Ibama, Funai, e com o apoio da Polícia Militar e Força Nacional, oito pessoas foram presas, entre elas o vice-prefeito do município, Francisco Pedro Monroe Conceição Junior (PSB), 35 anos, acusado de ser o responsável pela área.
O delegado da PF, Luis André Almeida informou que no local, distante a 452 km de São Luís, foram apreendidos vários maquinários usados nas escavações, além de detectores de metais. “No momento em que demos voz de prisão, também encontramos algumas crianças no local do garimpo”, ampliou o delegado, que comandava uma equipe de cinco policiais federais.
Em outubro deste ano, o garimpo ilegal foi identificado por policiais do Grupo Tático Aéreo no Maranhão, em uma operação que descobriu 70 mil pés de maconha e 32 mil mudas dentro da reserva indígena. Na ação policial, às margens do rio Gurupi, foi descoberta uma área de 5.300 km², quase do tamanho de Brasília, que deveria ser usada para a plantação de batata e mandioca.
Desta vez, o fechamento do gigantesco garimpo contou com o apoio de 40 policiais militares do Maranhão e do Pará, 10 auditores fiscais do Ibama, três funcionários da Funai, e 10 homens da Força Nacional. O vice-prefeito de Centro do Guilherme, que também é conhecido como “Junior do Chico Pedro”, foi conduzido até a Delegacia de Zé Doca, onde será apresentado junto aos outros sete detidos.

Fonte: Jornal Pequeno
Zé Doca em foco 17/11/2009

Nenhum comentário: