11 de maio de 2011

Frente Parlamentar em Defesa da Baixada será instalada dia 16

 Waldemar Terr
Agência Assembleia

A comissão de deputados responsável pela instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada e do Litoral Norte Maranhense definiu, nesta terça-feira (10/05), o calendário de atividades e de visitas às regionais. Participaram da reunião o futuro presidente da Frente e autor da proposta de criação, Jota Pinto (PR), os deputados Hélio Soares (PP), Eduardo Braide (PMN) e Rogério Cafeteira (PMN).

Jota Pinto explicou que a Frente Parlamentar será oficialmente instalada na próxima segunda-feira (16), às 15h, pelo presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB), após a realização de sessão especial solicitada pelo deputado do PR para tratar também da Baixada Maranhense. Em seguida será apresentado o cronograma de trabalho, com a participação de prefeitos, vereadores, lideranças comunitárias e outros convidados. Pinto disse que pretende também solicitar estudo sobre a viabilidade de implantação de projetos industriais para gerar emprego e renda na região, sem agredir o meio ambiente da Baixada. 

Ficou definido no encontro que haverá quatro reuniões em municípios da Baixada Maranhense (Pinheiro, Viana, São João Batista e Cururupu), após a instalação oficial de segunda-feira. 

“Vamos colocar o pé na estrada e discutir com quem vive, mora e conhece os problemas da região”, afirmou Jota Pinto. O parlamentar do PR garantiu que todo trabalho será realizado com ajuda de técnicos para montar um relatório de atividades. 

O deputado Hélio Soares fez a defesa da Frente parlamentar na mesma linha e elogiou a iniciativa do colega Jota Pinto. Soares afirmou que caberá à comissão fazer um diagnóstico para mostrar as peculiaridades e potencialidades da Baixada Maranhense. O parlamentar assegurou que é preciso ouvir diretamente da população os problemas que mais afligem, a exemplo da salinização dos campos naturais. 

O deputado Eduardo Braide foi outro que citou o risco de salinização dos campos e disse ser preciso descobrir como anda o projeto para construção de diques e recuperação das barragens, além da questão da instalação de cercas. Braide disse que os deputados servirão de ponte entre as reivindicações da população e as autoridades. 

Rogério Cafeteira citou os mesmos problemas que afligem a região e lembrou que se a salinização não for resolvida, poderá colocar um ponto final na agricultura e pecuária na região. “É preciso discutir a questão das barragens para que os campos sejam revitalizados”, defendeu. 

Todos foram unânimes em dizer que a construção de barragens vai proteger os campos inundáveis da região, que abrange os municípios de Viana, São João Batista, Cajapió, Bacurituba e Bequimão e tem 120 km de extensão. 

Também integram a frente Hemetério Weba (PV), Marcelo Tavares (PSB), Edson Araújo (PSL) e Edilázio Júnior (PV). 

Zé Doca em Foco 11/05/2011

Nenhum comentário: