24 de fevereiro de 2012

Zé Doca realiza um dos melhores carnavais do interior do MA

A prefeitura de Zé Doca realizou um dos melhores carnavais de todos os tempos, foram quatro dias de festa realizados na Avenida do Comercio, Os foliões que curtiram o carnaval, tiveram ao seu dispor a melhor estrutura de carnaval dos últimos anos


O evento que começou no sábado reuniu todas as classes sociais e foliões de todas as idades e lugares que puderam curtir as melhores bandas do Norte e Nordeste e atrações de outras regiões do Brasil.

Durante os quatro dias de folia passaram pelos dois palcos alem das bandas locais as bandas, forró na gandaia, sol de verão, swing na veia, banda rebola, muleke doido, banda evidencia, mala sem alça, forró saborear, meu xodó de pernambuco, banda calypso, entre outras.

Prestigiando o evento estava o Prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato Sampaio (Natim), acompanhado da 1ª dama e secretária de assistência social  Ana Angelica Moura Sampaio e dos demais secretários que compõem o governo municipal.

Em sua fala, Natim agradeceu os membros do poder legislativo, secretários,  funcionários e todos que ajudaram na organização do evento.


o carnaval atendeu todas as expectativas, a população compareceu em massa e a cidade recebeu um numero recorde de visitantes, os blocos contagiaram todo o público presente, Para garantir a segurança da população a Polícia Militar contou com reforços dos guardas municipais e seguranças particulares que foram contratados para garantir a tranqüilidade dos foliões, onde não foi registrado nem um tipo de tumulto generalizado ou qualquer tipo de violência.

A secretaria de saúde do município também esteve presente no evento com um toldo montado próximo a entrada do circuito, onde orientaram o público nos cuidados com as DST’s ( Doenças Sexualmente Transmissíveis), com a entrega de panfletos, distribuição de preservativos e uma ambulância que esteve  permanentemente no local.


Zé Doca em FOCO 23/02/12

23 de fevereiro de 2012

Três pessoas morrem em acidente na BR 316

O acidente aconteceu na noite de domingo (19), por volta das 10 h da noite. Testemunhas afirmam que as vítimas, três rapazes com idade entre 20 e 30 anos, vinham em uma moto pop da cidade de Newton Belo brincar o carnaval em Zé Doca quando em uma ultrapassagem perigosa acabaram colidindo de frente com um caminhão.


As três vitimas morreram na hora, os corpos foram levados para o hospital municipal SESP em Zé Doca e o carnaval da cidade de Newton Belo foi interrompido.


Zé Doca em FOCO 20/02/12

16 de fevereiro de 2012

Cuidado com a internet no Carnaval

Algumas dicas para a web não estragar a folia. Alegria, bebidas, fotos, redes sociais... a mistura de Carnaval com internet pode estragar a festa
Carnaval. O feriado mais esperado pelo brasileiro. Quatro dias da maior festa do País. No cardápio da alegria, muita mistura de bebida, dança e, hoje em dia, smartphones com redes sociais. Nos últimos anos já foi possível verificar como se pode colocar tudo a perder com um uso inadequado da internet neste período. Veja agora algumas dicas para a web não estragar a folia, e o restante do ano.
1.    Pense antes de escrever: redes sociais estão cada vez mais presentes nas nossas vidas e temos um impulso de compartilhar os momentos de descontração e até de frustração. Mas é importante pensar antes de postar qualquer coisa. Evite usar as redes sociais naqueles momentos em que você bebeu um pouco mais ou está frustrado com alguma situação, pois pode se arrepender depois. Leve sempre em consideração que as outras pessoas podem não entender o contexto da mensagem.
2.    Geolocalização: com as redes sociais é possível saber o que você faz, como se comporta e onde está. Com serviços como o Foursquare ou o próprio check-in do Facebook, é delicado compartilhar com todos exatamente onde você está e o que faz. Mais: há gente que se liga na internet aguardando a saída de casa da família. Não facilite o trabalho dos bandidos.
3.    Cuidado com spams e armadilhas nas redes: épocas de festas sempre aumentam o número de spams se aproveitando da data, que os desavisados acabam acessando e infectando suas máquinas. Cuidado com e-mails do tipo “Aqui estão as fotos da festa do Carnaval” ou de promoções mirabolantes. Também é cada vez mais comum a disseminação de aplicativos e links maliciosos no Facebook, como os que prometem mostrar quem viu seu perfil, além de pessoas desconhecidas que adicionam só para fazer propaganda.
4.    Jamais passe sua senha para alguém. As senhas nas redes sociais são como as senhas bancárias. Devem ser sigilosas. Entre outas “dores de cabeça”, alguém pode pegar sua senha para postar por você, o que pode complicar sua vida.
5.    Cuidado com o que compartilha e com quem: pense em quem irá ler as suas mensagens e se é adequado tornar sua atualização pública, para colegas, chefe, familiares, entre outros. Algumas redes, como o  Facebook e o seu concorrente Google+, permitem controlar a privacidade das suas postagens e separar quais pessoas ou grupo de contatos podem ou não ver seu status. Já no Twitter, por exemplo, todos os seus seguidores poderão ler o que você compartilha. 
6.    Cuidado com fotos e vídeos: todos querem compartilhar imagens daqueles momentos de festejo do Carnaval, mas tome cuidado para não colocar algo que seja constrangedor ou possa “queimar”  sua imagem, tanto pessoal quanto profissional. Lembre-se também de respeitar as outras pessoas nas imagens ou vídeos
Zé Doca em FOCO 16/02/12

Homenagem do site Zé Doca em FOCO ao dia do Reporter, 16 de fevereiro

Em Fevereiro comemora-se o dia dos caçadores de notícias, que diariamente nos deixam informados sobre os principais fatos ocorridos.

O profissional da informação. Numa redação de jornal ou revista pode ocupar desde a função de repórter até a de diretor. No primeiro caso, investiga e checa fatos para, depois, redigir notas, matérias, reportagens, entrevistas e artigos. Lembrando que a linguagem deve estar adaptada ao público para o qual escreve.
Se trabalha como editor, deve selecionar os fatos a serem investigados, editar as matérias escritas pelos repórteres e decidir o que vai ou não ser publicado. O chefe de redação dirige as reuniões onde se decide o que deve ser apurado, acompanha o trabalho dos repórteres e coordena o fechamento das edições. E o colunista escreve textos dando sua opinião pessoal. 
Já o pauteiro é responsável por fazer a pauta ou agenda do que deve ser apurado no dia. Ele levanta os fatos mais importantes que serão notícia na edição seguinte. Para todas as funções, o domínio de técnicas de redação, capacidade de reflexão e bons conhecimentos da língua portuguesa são fundamentais . 
Fora do jornalismo impresso, o repórter de televisão sai com uma equipe em busca da notícia. Apura os fatos e grava a reportagem. De posse do material gravado, o editor distribui as matérias selecionadas ao longo dos telejornais. Reúne som e imagem numa única fita e dá forma final à reportagem para ir ao ar. 
Há também os jornalistas que trabalham nas rádios, agências de notícias, assessorias de imprensa e em sites de conteúdo na Internet. 
Assim como em outras áreas empresariais, o profissional de jornalismo precisa investir em si próprio, fazer cursos, falar línguas, ter um "algo mais" que faça a diferença. 
Ele deve saber um pouco de história; como funciona seu país; sua sociedade e a de outros países. Por isso, a dica é nunca parar de escrever para não perder o estilo e a forma. E ler, para aprimorar a escrita e se atualizar. Por mais que tenha talento e os melhores materiais à mão, um jornalista mal informado não consegue produzir nada. Além disso, toda informação é importante, é bagagem que levamos para toda vida. 
A equipe do site Zé Doca em Foco, parabeniza à todos estes profissionais que tem o compromisso em levar a informação diariamente até as pessoas.

Zé Doca em FOCO 16/02/12

13 de fevereiro de 2012

Polícia de Zé doca descobre plantação de maconha e prende duas pessoas


Uma equipe de policiais da Delegacia Regional da cidade de Zé Doca (a 311 km da capital) sob comando do delegado Luis Cláudio Balby, descobriram uma plantação de maconha no povoado Santa Helena, situado na ilha do Peixe Insosso, a 20 km, da sede do município. Na operação denominada "Peixe Insosso" foram encontradas três plantações de maconha, e duas pessoas foram presas em flagrante, um terceiro envolvido conseguiu fugir.


Os investigadores tiveram muita dificuldade de chegar ao local, por ser uma área de difícil acesso - área alagada e com muitas cobras e jacarés. Lá a equipe apreendeu cerca de 1.500 pé de maconha (estariam prontos para colheita no período de três meses), 101 gramas de sementes prontas para o plantio, e 8 ml de barragem (substância química usada para combater pragas na lavoura). Foram presos em flagrante, Francisco José Ribeiro, 72 anos, e Cícero Costa de Macedo, 43 anos, ambos naturais do município de Monção - MA. Os policiais que chegaram disfarçados na localidade, quando Cícero estava na companhia de seu irmão, João Batista Costa de Macedo, este notou a presença de estranhos e fugiu abandonando uma moto Honda Pop, de cor roxa, placas NWU 5253.

Fonte: Jornal Pequeno
Zé Doca em FOCO 13/02/12


IFMA de Zé Doca inicia Programa Mulheres Mil

A aula inaugural aconteceu no final de janeiro, no auditório do campus. Na ocasião, o reitor José Costa saudou as novas alunas e fez uma retrospectiva do Programa no país e no Maranhão, destacando as ações que contribuíram para a inserção dessas mulheres no mercado de trabalho.




Segundo ele, é importante que as alunas permaneçam no Programa, encarando-o como um desafio, superando assim todas as dificuldades que poderão surgir. “Vocês farão a diferença em todas as áreas que atuarem”, disse.


A professora de Sociologia, Rosângela Veras, enfocou que ser mulher brasileira e nordestina é vencer desafios, porque o Brasil é marcado por desigualdades de classes, de etnias e de gênero. “As mulheres escolhidas para compor esta primeira turma encontram-se nesta condição e iniciam uma caminhada para a superação de desafios”, comentou. O evento contou ainda com a participação do Projeto Batuques e Ritmos Afros, desenvolvido pela Fundação Arte e Vida.




Zé Doca em FOCO 13/02/12



Zé Doca: Motorista de ônibus reconhece assaltante e é morto a tiros.

Bandidos assaltaram passageiros de ônibus interestadual que trafegava no sentido Belém-São Luis, pela BR-316, nas proximidades do Povoado Josias, na zona rural do município de Zé Doca. O motorista, ainda não identificado pelo blog, teria reconhecido um dos assaltantes e por isso foi morto a tiros. O crime aconteceu na madrugada deste domingo (12). Os bandidos fugiram. 


Zé Doca em Foco 13/02/12

8 de fevereiro de 2012

Deputado denuncia fechamento de escolas da rede estadual de ensino

O deputado Rubens Júnior (PCdoB) denunciou ontem, da tribuna da Assembleia Legislativa, que diversas escolas da rede estadual estão sendo fechadas em vários municípios. 'Trago esta preocupação a esta Casa, porque é uma denúncia que considero extremamente grave e que requer explicações tanto dos líderes governistas deste Parlamento quanto também das autoridades responsáveis pela educação em nosso estado', afirmou Rubens Júnior.


Ele enfatizou que ficou estarrecido com a quantidade de reclamações que tem recebido em seu gabinete dando conta de que unidades escolares do estado estão sendo fechadas em Zé Doca, Balsas, Bacabal, Santa Inês, São Raimundo das Mangabeiras, Rosário e outros municípios.


O problema, segundo o deputado, está acontecendo até mesmo na capital maranhense. 'Foi publicado na imprensa, e eu li esta notícia em alguns periódicos, de que em São Luís o Colégio Almirante Tamandaré será transformado em um anexo do Colégio Cintra, o que vem provocando indignação e revolta de estudantes e pais de alunos', frisou Rubens Júnior.


Mostrando-se preocupado com a ameaça de redução ainda mais acentuada nos índices educacionais do estado, Rubens Júnior comentou que há uma alegação por parte do governo de que se trata de uma forma encontrada para acabar com o problema de vagas ociosas na rede estadual.


'Ora, se há vagas ociosas, por que então não se cria ou se transforma estas unidades em escolas de ensino integral?', questionou o parlamentar. Ao encerrar seu pronunciamento, Rubens Júnior salientou que não se pode aceitar que se repitam experiências mal sucedidas do passado.


'O que está acontecendo é algo parecido com o primeiro governo de Roseana Sarney que, durante oito anos, contabilizou a construção de apenas três escolas em todo o estado', concluiu.


Reação de Bacelar – O deputado Magno Bacelar (PV) reagiu ao discurso de Rubens Júnior, garantindo que o governo não está fechando escolas, mas 'apenas' repassando a gestão das unidades do ensino fundamental, que ainda estavam sob controle estadual, para os prefeitos.


Segundo Bacelar, a medida vai permitir que a governadora Roseana Sarney se dedique apenas ao ensino médio, com maiores investimentos e melhorias no setor. Magno citou que o governo já firmou parceria com vários municípios, repassando as escolas do ensino fundamental, a exemplo de Imperatriz e mais recentemente Itapecuru-Mirim, onde o prefeito Júnior Marreca é o presidente da Famem.

Zé Doca em FOCO 08/02/12

FAEMA pede ajuda ao governo para conter roubo de gado em fazendas do MA

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão (FAEMA), José Hilton Coelho de Sousa, pediu ao Governo do Estado providências para conter a onda de violência, motivada por roubo de gado, por parte de quadrilhas especializadas que estão agindo no interior maranhense. Segundo ele, os sindicatos de produtores rurais, filiados ao Sistema Sindical Rural, de Bacabal, Colinas, Peritoró, Santa Inês e Zé Doca, estão preocupados com essa situação.

“Faremos todos os esforços possíveis para que as autoridades estejam informadas das ocorrências. A FAEMA vai elaborar e distribuir para seus sindicatos uma cartilha com medidas preventivas que o produtor pode tomar para minimizar o problema, da mesma forma como foi feito em outros estados que passaram pela mesma situação de risco" afirmou José Hilton.


De acordo com o presidente da FAEMA, as quadrilhas estão agindo com extrema violência, inclusive com seqüestros, ameaças de morte e casos de estupro. “As quadrilhas estão agindo de forma organizada, com o apoio de proprietários de caminhões-gaiolas. Eles invadem as fazendas e levam grande quantidade de cabeças de gado, escolhidas entre as melhores, e desaparecem”, disse.


Reuniões – Para discutir os problemas e buscar soluções, a FAEMA está promovendo, em São Luís, reuniões com dirigentes de sindicatos rurais e criadores. As ações criminosas demonstram a formação de quadrilhas, com grandes recursos financeiros, já que contratam as gaiolas que transportam os animais sem qualquer fiscalização por parte dos órgãos competentes. Em uma tentativa de roubo, na cidade de Peritoró, por exemplo, houve concentração de sete caminhões na entrada da propriedade, prontos para o assalto que não se consumou.


Para o presidente do Sindicato Rural de Bacabal, Jadson Lago, as evidências indicam um grande esquema criminoso que tem à frente pessoas com recursos financeiros e materiais para dar suporte ao roubo, com a manutenção do gado e intermediação da receptação do produto.


De acordo com Jadson Lago, o Sindicato Rural tem sido procurado constantemente pelos criadores da região revoltados com a situação de insegurança. “Por esse motivo, os pecuaristas estão apelando à FAEMA para que solicite ao Governo do Estado providências enérgicas para que o sistema estadual de segurança possa identificar e prender os integrantes dessas quadrilhas” declarou o sindicalista. 

Zé Doca em FOCO 08/02/12

7 de fevereiro de 2012

Policiais de Zé Doca prendem 'caloteiro' em São Luís


Central de Notícias
Quatro policiais do município de Zé Doca prenderam na noite desta segunda-feira (06) em São Luís, um homem identificado por Igor Arouche Martins Carvalho acusado de dar um ‘calote’ no empresário Claudeni Costa Santos.
Segundo informações da polícia, Igor Carvalho que reside no bairro do Cohatrac na capital, chegou a residência de Claudeni que aluga veículos no município de Zé Doca, bem trajado se passando por um oficial de justiça e que queria alugar um carro para ir até a cidade de Araguanã.
Igor pegou um veículo Celta alugado e pagou R$ 100 no último domingo (05). No entanto, o acusado se deslocou para a capital maranhense e vendeu o carro alugado para José Raimundo por R$ 6.500.
A vítima acionou a polícia e juntamente com sua esposa, veio para São Luís com os policiais civis de Zé Doca na tentativa de localizar o veículo.
Igor e demais comparsas foram localizados fazendo compras em shopping da capital já na noite desta segunda. Passando em frente ao Posto Natureza na Avenida São Luis Rei de França, a esposa de Claudeni identificou um dos comparsas. A polícia civil pediu reforços da polícia militar e prenderam Igor e demais comparsas.
Todos foram levados e autuados em flagrante no Plantão da Cidade Operária. A mãe de Igor Carvalho pagou fiança de R$ 1.244 e ele foi liberado. O carro foi devolvido a Claudeni.

Zé Doca em Foco 07/02/12