22 de agosto de 2013

Produtores rurais de Junco do Maranhão e Santa Luzia do Paruá terão curso para gerenciar pequenas propriedades


Empreendedores rurais de dois municípios do Alto Turi vão receber capacitação pelo Programa Negócio Certo Rural (PNCR), curso com duração de quatro meses, fruto da parceria entre o Sebrae e o Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. A meta é ensinar noções de empreendedorismo para que o homem do campo possa fazer o gerenciamento correto da propriedade rural e ter lucro com a atividade. Junco do Maranhão e Santa Luzia do Pará são os municípios beneficiados.




Na próxima sexta-feira (23) começa a primeira turma de PNCR em Junco do Maranhão, contando com 32 inscritos. A prefeitura é apoiadora da ação. O prefeito Aldir Cunha destacou a importância de capacitar os produtores para fortalecer a economia local. “O nosso produtor, devidamente munido de informação, pode produzir mais, garantir o sustento de suas famílias dignamente e contribuir diretamente para o crescimento de Junco” afirmou o gestor municipal, duração a ação de mobilização de participantes para o curso.
O Torneio Leiteiro, organizado pela Secretaria de Agricultura do município, também movimento os criadores de gado da região no ultimo dia 16, com o apoio do Sebrae.  De acordo com o gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Aluízio Muniz, que atende ao município, os produtores leiteiros da região participam de projetos e ações que ajudam a desenvolver a cadeia produtiva do leite.

Um outro destaque do município de quase 5 mil habitantes é a grande produção apicultora – cadeia que também é apoiada por projeto do Sebrae. Junco do Maranhão é, proporcionalmente, o maior produtor de mel da região.

Santa Luzia do Paruá - Cerca de cinquenta pessoas participaram no lançamento do Negócio Certo Rural no município, onde o curso também começa no próximo fim de semana. O superintendente do Senar Maranhão, Antonio Luís Figueiredo, juntamente com Muniz, estiveram no lançamento do curso.

Entusiasmado com a possibilidade de melhorar o rendimento na piscicultura, atividade que já exerce há dez anos, o empreendedor Ozires Barros não perdeu tempo e confirmou participação na turma e reconhece os esforços do Sebrae para sua atividade. “As palestras e cursos oferecidos pelo Sebrae tem contribuído muito para melhorar a minha produção, pois quanto mais eu aprendo, melhor eu gerencio meus tanques de peixes”, afirma o piscicultor. 


Gilciléa Marques
Unidade de Marketing e Comunicação
Regional do SEBRAE em Santa Inês - Ma

Zé Doca em FOCO 22/08/2013


Nenhum comentário: