15 de junho de 2015

Para justificar aluguel, Secretaria estadual de Saúde antecipa mudança para prédio inacabado na Av. dos Holandeses

Pra justificar o aluguel R$ 1,6 milhão por ano de um prédio na Avenida dos Holandeses feito pela Secretaria estadual de Saúde, uma mudança está sendo realizada as pressas. O espaço alugado no logradouro mais nobre e caro da capital maranhense vai abrigar a Vigilância Sanitária e Epidemiológica, além de parte administrativa da SES. Atualmente os setores funcionam no bairro da Alemanha em um prédio que custava R$30 mil a locação mensal.
O prédio que originalmente foi construído para ser um ponto comercial, agora vai abrigar setores administrativos da Secretaria estadual de Saúde. Porém o mesmo encontra-se inacabado. No entanto, o pagamento do imóvel já está sendo feito, o desembolso mensal é de R$135 mil.

Quase todo material da Vigilância está encaixotado esperando a mudança para o prédio inacabado
De acordo com informações repassadas por funcionárias da própria Secretaria Estadual de Saúde, chegou uma ordem verbal para que a Vigilância “seja apressada“. Ainda é informado que a mudança será com aparelhos de ar condicionados velhos e móveis quase sem condições de uso. Por conta da pressa e necessidade de justificar o aluguel, os próprios funcionários estão sendo “forçados” a encaixotar tudo. Os servidores estão sendo obrigados a trazer de casa as caixas. Além de trabalharem pesado limpado e carregando móveis e equipamentos.

A mudança será feita nos caminhões e carros da própria Secretaria. É necessário lembrar que esses veículos deveriam estar sendo realizados para carregar medicamentos e vacinas.
O prédio da Av dos Holandeses já está alugado por mais de dois meses e ainda inacabado, mas mesmo assim vai receber a Vigilância sanitária e Epidemiológica sem condições de uso, tudo para justificar o valor exorbitante a ser pago no aluguel.

Zé Doca em Foco

Nenhum comentário: