22 de julho de 2015

Josimar de Maranhãozinho teve seus direitos políticos cassados e está inelegível até 2020

O "Moral" da BR, deputado estadual Josimar de Maranhãzinho (PR), teve seus direitos políticos cassados no dia 14 de julho pela juíza Cynara Elisa Gama Freire da 101º Zona Eleitoral, que é do município de Nunes Freire. O parlamentar está inelegível até 2020 por acusação de abuso de poder econômico feito pelo Ministério Público Estadual.
Josimar está sendo punido por ser suspeito de usar a máquina pública para favorecer José Auricélio de Moraes Leandro e Raimundo Tarcísio de Lima que concorreram aos cargos de prefeito e vice-prefeito de Maranhãozinho em 2012.
Em contato com a assessoria jurídica de Josimar, o advogado Carlos Sérgio Barros que a decisão é absurda e que não tem nenhuma penalidade no mandato dele atual. “Inventaram algo para envolver o nome de Josimar, a ação é contra o prefeito e o vice-prefeito”, explicou.
Carlos Sérgio Barros contou ainda que a decisão já está sendo recorrida. O deputado estadual que também é presidente do PR no Maranhão foi procurado para se manifestar, mas não atendeu as ligações deste jornalista.





Um comentário:

Anônimo disse...

isso e so o comeco. qr dizer, o meio! o Fim esta proximo!