12 de maio de 2016

Michel Temer e o delírio de quem chega a presidência sem encarar as urnas e sem voto popular


Após uma maratona de debates que durou mais de 20 horas, foi aprovada na manhã desta quinta-feira, por 55 votos contra 22, a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff - abrindo o caminho para a chegada do vice-presidente, Michel Temer ao poder mesmo sem o voto popular.
O resultado, no entanto, começou a se delinear por volta do meio da madrugada, quando a ampla maioria dos senadores já havia declarado abertamente o voto contra a presidente.
Com a abertura do processo no Senado, Dilma deve ser temporariamente afastada da presidência por até 180 dias, período durante o qual será julgada por supostos crimes de responsabilidade. O vice-presidente, Michel Temer, assume interinamente o posto.
Nos próximos dias, a Comissão Especial volta a se reunir no Senado com a mesma composição. Caberá a ela elaborar um novo parecer, agora chamado de "sentença de pronúncia", que precisaria ser aprovado por ao menos 41 dos 81 senadores para que o caso vá a julgamento.
Se isso ocorrer, Dilma seria julgada em uma sessão presidida pelo presidente do STF (hoje Ricardo Lewandowski); serão necessários os votos de ao menos 54 senadores para que ela perca definitivamente o cargo.
Uma derrota deixaria a presidente inelegível por oito anos. Nesse caso, Temer completaria o mandato, em dezembro de 2018.
Caso o Senado não dê seu veredito em um prazo de 180 dias, Dilma retomaria o cargo e esperaria a decisão da cadeira presidencial.

De: BBC
Zé Doca em Foco



O Partido dos Trabalhadores está de volta a oposição


Depois de 13 anos quatro meses e onze dias no poder a esquerda volta a ser oposição no Brasil.

Por 55 a 22 o Senado Federal aprovou a abertura do processo de impeachment contra Dilma Rousseff.

A direita está de volta ao poder, depois de TRÊS derrotas nas urnas eles chegam ao Palácio do Planalto através de uma manobra golpista.

Minha perplexidade e ver gente que nestes treze anos esteve ao lado do PT, se comportando como governo e se locupletando das benesses do Palácio agora travestido de oposição e de defensor da direita.

Este episódio lembra a vitória de Flávio Dino em 2016 que colocou o grupo Sarney na oposição depois de CINQÜENTA anos no poder.

Aliados históricos ao verem o barco afundar vestiram se de VERMELHO e se transformaram em comunistas, os neo comunas se infiltraram em todos os segmentos do novo governo em busca de vantagens e benefícios, afinal é preciso manter o status quo. Assistimos a reprise da comédia pastelão.

Vendo as comemorações e gozações por conta da queda do PT e a chegada do PMDB à presidência da república pela primeira vez na história da república do Brasil, não tem como não lembrar de Flávio Dino ovacionado e reverenciado como a solução de todas as mazelas e problemas do Maranhão, um ano e quatro meses depois Flávio Dino é a decepção dos maranhenses, com Temer não será diferente.

Os personagens da história cometem equívocos e falhas, ficam pelo meio do caminho, porém a ideologia de esquerda se mantém viva, latente e acessa como uma filosofia de vida, uma utopia, é uma visão de mundo.


Texto: Jornalista Abimael Costa
Zé Doca em Foco

Conselho de Ética vai convidar Cunha a prestar depoimento


O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), será convidado oficialmente a depor no Conselho de Ética no dia 18 ou 19 deste mês sobre o processo que tramita contra ele no colegiado.
A decisão foi comunicada nesta terça(10) ao plenário do conselho pelo presidente do órgão, deputado José Carlos Araújo (PR-BA). O advogado de defesa de Cunha, Marcelo Nobre, pediu que o convite seja encaminhado diretamente ao deputado afastado.
Por se tratar de convite, Cunha não é obrigado a comparecer. “O comparecimento ou não dele é uma questão muito pessoal, de foro íntimo”, disse o advogado.
De acordo com o relator do processo contra Cunha, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), o convite ao deputado afastado é uma oportunidade para que Cunha se defenda na investigação. “Ele pode apresentar a sua versão dos fatos, sobre a existência ou não das contas, sobre o recebimento ou não de vantagens”, disse.
Eduardo Cunha é alvo de representação no Conselho de Ética apresentada pelo PSOL e pela Rede, na qual os dois partidos pedem a cassação do mandato dele por considerarem que o parlamentar mentiu em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre a existência de contas no exterior em seu nome. Pelos prazos estabelecidos pelo colegiado, termina no próximo dia 19 o prazo de instrução do processo. A partir daí, o relator terá dez dias para elaborar seu parecer e submetê-lo à votação pelo conselho.
Substituição
Na reunião de hoje, convocada para discutir e deliberar sobre uma consulta relativa à substituição de membros do conselho, houve um pedido de vista coletivo do parecer sobre o tema apresentado pelo deputado Sandro Alex (PSD-PR). Uma nova reunião sobre o parecer foi marcada para o próximo dia 17. No relatório, Sandro Alex propõe que a vaga no conselho decorrente do afastamento de membro titular ou suplente somente se dará pela ocorrência de término de mandato, renúncia, falecimento ou perda de mandato no colegiado.

De: EBC
Zé Doca em Foco

11 de maio de 2016

Preso hacker que invadiu telefone de esposa de Michel Temer e ainda extorquiu Marcela Temer

Há quatro semanas, a esposa do atual vice-presidente Michel Temer, Marcela Temer, teve seu celular invadido por uma hacker que, de posse de fotos e dados pessoais, tentou extorquir em R$ 15 mil. Hoje, Silvonei José de Jesus Sousa, foi preso pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia de São Paulo.

Assim que o bandido exigiu o dinheiro em troca de não vazar as informações colhidas no telefone, a polícia abriu um inquérito. O delegado Rodolpho Chiarelli  decretou sigilo nos autos, enquanto o criminoso exigia o dinheiro, garantindo que devolveria os dados do aparelho para Marcela Temer.

Um pagamento foi feito, mas o bandido passou a exigir mais dinheiro. Então, a polícia passou a monitorar o caso e hoje ele foi preso por volta das 18h.

De: Luis Cardoso
Zé Doca em Foco

O Rota vem aí!


ROTA 316 COM GEOVANNE TAVARES



AGUARDEM!

9 de maio de 2016


O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), divulgou nesta segunda-feira (9) decisão que tenta anular a sessão que aprovou a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff, realizada na Casa no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo. (leia ao final da reportagem a íntegra da decisão de Maranhão)
Waldir Maranhão substitui Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara desde a semana passada, depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa. O deputado do PP votou contra a continuidade do processo de impeachment na Câmara, descumprindo decisão de seu partido, que havia fechado questão a favor do afastamento da presidente.
O recurso foi protocolado pela AGU no dia 25 de abril. Segundo o primeiro-secretário da mesa diretora da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), o pedido foi entregue fora do prazo, quando o processo já havia sido enviado ao Senado. Por isso, havia sido desconsiderado pela mesa.
"A AGU entrou fora de prazo com questionamento no dia 25 de abril. Poderia ter sido arquivado. Mas foi desconsiderado, porque estava fora de prazo", afirmou Mansur. Quando assumiu a presidência da Casa, Maranhão decidiu analisar o recurso.
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e os partidos da oposição DEM e Solidariedade já afirmaram que vão questionar a decisão de Maranhão no Supremo Tribunal Federal (STF). Juristas consultados pelo G1  acreditam que a decisão acabará mesmo no Supremo.
Para o presidente da comissão especial do impeachment no Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB), a decisão de Maranhão foi “essencialmente política” e “equivocada”.
Nova votação
No despacho no qual anulou a votação da Câmara, Maranhão marcou uma nova votação, para daqui a 5 sessões do plenário da Casa, para os deputados federais voltarem a analisar o pedido impeachment. O prazo começa a contar no momento em que o processo for devolvido para a Casa pelo Senado.
G1 apurou que Waldir Maranhão retornou a Brasília no domingo, junto com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), aliado de Dilma e uma das principais vozes contrárias ao impeachment. Dino e Maranhão seguiram para a casa do deputado Sílvio Costa (PTdoB-CE) e lá teriam se reunido com o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.
Foi dessa reunião que saiu a decisão de anular a votação do impeachment. A área técnica da Câmara não foi consultada. Só foi informada após a tomada da decisão e chegou a desaconselhar Maranhão, alegando falta de embasamento jurídico para a decisão. Mas o presidente em exercício da Câmara manteve a decisão.
Waldir Maranhão participou, durante o fim de semana e na manhã desta segunda-feira, de reuniões com integrantes do governo federal, deputados do PT e do PCdoB.

De: G1
Zé Doca em Foco

Governador Flavio Dino esteve em Zé Doca para junto com Dr. Alberto inaugurarem o Restaurante Popular e anunciar mais obras para contemplar nossa cidade.

Cumprido uma agenda de trabalho, por diversas cidades do estado do Maranhão, uma caravana do Governador Flavio Dino, chegou em Zé Doca desde a última quinta-feira, para em uma audiência pública sobre segurança alimentar, e nutricional, e deram início aos trabalhos que culminaria na vinda do Governador, a nossa cidade, e como anunciado, chegaria Juntamente com toda sua comitiva, para cumprirem com uma série de compromissos junto ao Município de Zé Doca, os mesmos estiveram hoje (07) em nossa cidade, Junto com o Prefeito Dr. Alberto, o governador do estado do Maranhão, Flavio Dino, e parte de sua equipe de Governo, os mesmos desceram no helicóptero no estádio Florestão, onde saíram em um comboio pelas ruas da cidade até o local do evento.

Ao chegarem, encontraram uma multidão que os esperavam em frete ao local da obra que seria inaugurada na Av. Cel. Stanley, Fortes Batista 314, centro, onde está localizado o restaurante popular, um pedido do então deputado estadual, e atual secretário de desenvolvimento social do estado do Maranhão, Neto Evangelista, que tem bases formadas no município e sempre obteve uma votação expressiva.

         Os restaurantes populares são unidades de alimentação que servem refeições saudáveis a preços simbólicos para a população. O objetivo destes espaços é garantir dignidade à população de baixa renda, valorizar o cidadão e integrá-lo socialmente, pois concede a oportunidade de se alimentar de maneira saudável, balanceada e a custo acessível. O programa Restaurante Popular integra a rede de ações do ‘Fome Zero’ e foi estabelecido em 2003, pelo Ministério do Desenvolvimento Social e o Combate à Fome (MDS).

 O cerimonial deu início aos trabalhos de abertura com a convocação da base política e aliados que fizeram composição no palanque, onde algumas autoridades se pronunciariam, entre elas o prefeito Dr. Alberto, a Vice-prefeita Lindalva Serra Barros, deputados Vereadores Secretários, e o discurso mais esperado, o do Governador Flavio Dino. 

O prefeito Dr. Alberto fez uso da palavra, e falou de muitas necessidades e carências do nosso município, e cobrou do então governador, celeridade nas obras que se encontram paradas, e fez um pedido, que o governador usando do seu poder, agilize  a conclusão dos poços artesianos, e contemple o nosso município com mais água, e novos poços, falou da situação de urbanismo e pediu que nossa cidade que é polo, fosse incluído em mais uma etapa do programa, mais asfalto, para podermos dá uma cara nova para nossa cidade.


Em sua fala, o Governador Flavio Dino, mostrou sensibilidade com os pedidos do prefeito Dr. Alberto, falou das bases, relatou da crise econômica e política e disse que o estado também passa por cortes nos gastos, e precisa que se planeje para manter os proventos em dias, a exemplo dos municípios, mais prometeu mais cinco quilômetros de asfalto, e garantiu uma emenda de R$= 400,000,00, Quatrocentos Mil Reais destinada a saúde, ainda atendendo a pedidos do prefeito Dr. Alberto, O governador autorizou ao secretário de obras Cleiton Noleto, a agilização das reformas das escolas, e a construção das escolas dignas, uma obra que vai trazer grande impacto na educação do município, como também a escola de tempo integral.

Logo após o cerimonial de inauguração, foi feito o descerramento da fita inaugural, o governador almoçou com as demais autoridades, comprovando da qualidade dos alimentos, depois o Governador Flavio Dino, saiu em comitiva para uma visita pelas obras, como a implantação do asfalto em várias ruas da cidade, as reformas nas escolas da rede estadual, conheceu de perto alguns problemas urgentes, e pode ver de perto as grandes necessidades que está passando a nossa cidade, e se comprometeu que irá disponibilizar de recursos para estar ajudando o prefeito Dr. Alberto a soluciona-los.

Em conversa com o prefeito Dr. Alberto, ele nos disse estar satisfeito com alguns pedidos aceito pelo Governador Flávio Dino, e disse que espera que as coisas possam estar se encaminhando para um novo tempo, e a abertura para uma relação mais próxima com o executivo estadual, visto que agora tanto ele quanto o partido, fazem parte da base aliada, e sentiu no governador, uma vontade de ajuda-lo, concluiu.




De: netovantur.com.br
Zé Doca em Foco

5 de maio de 2016

Waldir Maranhão, que assume presidência da Câmara, também é investigado na Lava Jato


Com o afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), assume interinamente o comando da Casa. Assim como o peemedebista, de quem é aliado, Maranhão é investigado no âmbito da Operação Lava-Jato. O deputado seria um dos beneficiados pelo esquema de corrupção e desvios na Petrobras.

Na manhã desta quinta-feira, o presidente interino da Câmara se reúne com assessores em sua residência, em Brasília, para avaliar como direcionará os trabalhos da Casa. Maranhão assumiu o comando da Câmara automaticamente após o Supremo Tribunal Federal (STF) afastar Cunha do mandato parlamentar e da presidência. Segundo a assessoria de imprensa de Maranhão, ele deve convocar reunião com líderes partidários ainda nesta quinta-feira para tratar sobre a agenda da Casa.

Impeachment

Waldir Maranhão, que votou contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff no dia 17 de abril contrariando recomendação do seu partido, declarou lealdade a Cunha durante a votação.


De: em.com.br
Zé Doca em Foco

O condutor do golpe contra a presidente Dilma cai e Waldir Maranhão que também é investigado na Lava Jato assume a presidência da Câmara


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, determinou nesta quinta-feira (5) o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do mandato de deputado federal e da presidência da Casa.
Logo no início da manhã, um oficial de Justiça foi à residência oficial do presidente da Câmara Eduardo Cunha para entregar a notificação do ministro do STF. A decisão de Teori é liminar e atende ao pedido de procurador-geral da república, Rodrigo Janot.
Em seu pedido, procurador-geral da república, Rodrigo Janot argumentou que Eduardo Cunha estava atrapalhando as investigações da Lava Jato.
O presidente da Câmara dos Deputados é réu em uma ação e investigado em outros 11 procedimentos. Segundo Teori, a medida cautelar visa neutralizar os riscos apontados por Rodrigo Janot no pedido de afastamento de Eduardo Cunha.
Quem assume o cargo é o vice-presidente Waldir Maranhão, que foi apontado pelo doleiro Alberto Youssef, condenado por lavagem de dinheiro e investigado por outros crimes na Lava-Jato, como um dos deputados que recebeu dinheiro por meio da empresa GFD, usada pelo doleiro para distribuir propina a políticos.
Além de investigado na mesma operação que Eduardo Cunha, Waldir Maranhão também é alvo de outros dois inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal (STF) em que é acusado de crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos ou valores




Zé Doca em Foco

4 de maio de 2016

Em Bom Jardim Câmara de vereadores cria duas CPI’s contra a gestão de Malrinete Gralhada


As comissões irão investigar suspeitas de desvio de recursos no Programa de Saúde Bucal (PSB), e apurar as denúncias de fraude milionário em processos licitatórios realizados pelo Município.

Invocando o artigo 32, § 3º da Constituição do Estado, combinando com o artigo 24 do Regimento Interno da Câmara e o artigo 32 da Lei Orgânica do Município de Bom Jardim, cinco dos 13 vereadores do municipais, comemoram nesta terça-feira (03) a instalação de duas Comissões Parlamentares de Inquéritos (CPI’s) criadas com a finalidade de apurar fortes indícios de corrupção na gestão da prefeita Malrinete Gralhada (PMDB).

A primeira CPI investigará suspeitas de desvio de recursos no Programa de Saúde Bucal (PSB), já o segundo atuará no minucioso trabalho de apurar as denúncias de fraude milionário em processos licitatórios realizados pelo Município durante a atual gestão.
A provação só foi possível por quórum qualificado. Para receber a denúncia, segundo o regimento é necessário um terço dos vereadores, número esse alcançado pela oposição para a instauração das investigações.

As CPI’s são compostas por três membros e um suplente e têm um prazo de 120 dias prorrogáveis por mais 60 dias realizarem as investigações devidas afim de comprovar as supostas irregularidades.

Contrex
Os trabalhos das Comissões devem seguir o mesmo rumo das representações do Ministério Público. Um dos alvos é a empresa Contrex, do empresário Lucas Fernandes Neto, conhecido pela alcunha de Déde, que sozinho ganhou licitações nos vultuoso valores de R$ 3,2 milhões 

Piaza & Cia
Outra empresa que será investigada pelos vereadores bom-jardinenses, possivelmente por também vender notas frias ou fictícias para justificar serviços não realizados é a empresa Piaza & Cia (J W Comércio E Serviços Eireli – EPP), do empresário Wilson Piazza Rodrigues Pinheiro. Empresa teria sido usada como “fachada” para fraudes que totalizam R$ 8,9 milhões.

Quem assinou 
Os corajosos vereadores que subscreveram as CPI’s foram: Maria Sônia Brandão de Jesus, Antônios Carlos Souza dos Anjos, Manoel da Conceição Ferreira FilhoHiateandreson Barbosa Leite e Sandra Regina Barbora Pereira.

Zé Doca em Foco

Prefeitura de Zé Doca retoma trabalhos e da celeridade aos serviços de urbanização e asfaltamento

A prefeitura Municipal de Zé Doca,deu início a alguns dias, a retomada nos serviços de infraestrutura e urbanização de diversas ruas da nossa cidade, com a aquisição de Três quilômetros de asfalto, do programa mais asfalto, estamos realizando os serviços de preparação e terraplanagem, com colocação de piçarras, obras de artes, como bueiros e canalizações em pontos de acesso e transversais, para que possamos colocar o tão sonhado asfalto, em diversas ruas dos bairros Vila Nova, Bairro são Francisco, Vila do BEC e centro. 

Este programa atende a um pedido do prefeito ao Governo do Estado, com uma aquisição do então Deputado na época, o senhor Toca Serra, que em seu pedido disponibilizou esta quantia para nosso município, e que vem para contemplar aos moradores de nossas ruas, para assim melhorarmos a qualidade de vida do nosso povo.

Mediante as chuvas torrenciais, o serviço está andando conforme o tempo proporciona condições de trabalho, mais muitas ruas já estão preparadas esperando que haja um clima mais favorável, e posteriormente será colocado a massa asfáltica que mudará todo cenário e perfil das ruas e avenidas, e com estes serviços, buscaremos estender por muitas outras ruas, até que possamos concluirmos uma cidade totalmente urbanizada, nosso primeiro passo fui arrumar esta quantia que será aplicada agora, mais vamos junto ao governador requisitarmos uma quantia que venha suprir as necessidades.

A empresa vencedora da licitação, está dando andamento aos serviços, com colocação das matérias prima, aterro e piçarra, mais com as fortes chuvas, impossibilita um avanço mais eficaz em sua conclusão, mais o responsável nos garantiu que será feito um serviço de qualidade, começamos as frentes de trabalho, mais quando vem as chuvas, somos obrigados a parar para que o material colocado não seja desperdiçado, explicou o chefe da obra, e disse que os trabalhos continuaram até que sejam totalmente concluídos.

Nossos serviços estão sendo fiscalizados e acompanhados pelo prefeito, pelos vereadores e toda equipe técnica da secretaria de obras, o vereador Galego da Vila Nova autor do requerimento disse que está atento e satisfeito, pois mesmo com as dificuldades impostas pela natureza, mais o serviço está saindo ao contento e disse que: nunca o bairro Vila Nova tinha passado por um serviço tão qualificado, tenho acompanhado as obras e vejo como a empresa tem caprichado nos serviços, o vereador Luis do Igarapé grande, também compartilhou do momento e pode confirmar a veracidade.

O prefeito Dr. Alberto nos falou que mesmo diante da crise que assola nosso país, mais estamos procurando responder com trabalho as expectativas dos nossos munícipes, e podem acreditar, que faremos de tudo para destravar, agilizar, dinamizar, dar celeridade, a estas situações, e procurarmos concluirmos o maior número possível de obras que se encontram em andamento, este é nosso compromisso esta será com fé em Deus, uma meta alcançada, vamos fazer diferente, vamos dignificar nossa cidade, as dificuldades são enormes todos sabem desta crise, mais vamos vence-la com trabalho, concluiu. 

De: www.netovantur.com.br
Zé Doca em Foco

Em Luis Domingues Homem é preso com mais de 1 kg de Crack


Uma operação conjunta entre o 5º pelotão da PM de Carutapera,DPM de Luis Domingues e a Policia Civil de Carutapera,Inspetor Lucas Dantas,conseguiram tirar de circulação na manhã desta quarta feira (04),mais um traficante na cidade de Luis Domingues.


Foram presos  ANA PAULA PAIVA RODRIGUES de 19 anos e Isaac da Silva  Queiroz de 25 anos. O acusado foi preso com mais de 1kg de substância análoga a Crack.

Segundo informações da própria policia, o acusado já vinha sendo monitorado pela policia a dias e pela manhã desta quarta feira, no momento em que realiza a venda para um usuário, a equipe da PM invadiu a residência e localizou a droga apreendida.

No local além do acusado estavam sua esposa e seus filhos. Os menores foram entregues para avó paterna,e os acusados marido e esposa foram presos pela prática  do crime previsto no Art. 33 da Lei 11343/06.

Os acusados  foram apresentados na DEPOL de Carutapera e ficarão a disposição da Justiça.

De: Blog do Neto Weba
Zé Doca em Foco

Ao STF Janot diz que Cunha é líder de célula criminosa que atuou em Furnas


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou ao STF (Supremo Tribunal Federal) que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é um dos líderes de uma das células que integra uma grande organização criminosa que teria atuado em Furnas.

A declaração consta no pedido de abertura de um novo inquérito feito pela Procuradoria para abrir uma nova frente de investigação de Cunha na Lava Jato.
Segundo Janot, há elementos probatórios que reforçam a delação do senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS), que embasaram a solicitação de novo inquérito.
“Pode-se afirmar que a investigação cuja instauração ora se requer tem como objetivo preponderante obter provas relacionadas a uma das células que integra uma grande organização criminosa – especificamente no que toca a possíveis ilícitos praticados no âmbito da empresa Furnas. Essa célula tem como um dos seus líderes o presidente da Câmara dos Deputado Eduardo Cunha”, diz Janot.
“Sabemos que essa organização criminosa é complexa e que, tudo indica, operou durante muitos anos e por meio de variados esquemas estabelecidos dentro da Petrobras e da própria Câmara dos Deputados, entre outros órgãos públicos. Embora estes “esquemas” tenham alguma variação entre si, é certo que eles coexistem e funcionam dentro de um conserto maior”, completou.
Janot pede que Cunha preste depoimento em até 90 dias sobre esse inquérito, caso a investigação seja autorizada pelo ministro do STF Teori Zavascki, relator da Lava Jato. A suspeita é de crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Em seus depoimentos, Delcídio afirmou sobre a ligação da diretoria de Furnas a Cunha e a relação do deputado com o operador financeiro Lúcio Funaro.
O pedido de abertura de inquérito aponta que Cunha foi o responsável por alterar a legislação do setor energético, em 2007 e 2008, para beneficiar seus interesses e de Funaro, com a relatoria de medidas provisórias (396/2007 e 450/2008) que favoreceram a empresa Serra da Carioca II, na época em que um indicado de Cunha, Luiz Paulo Conde, ocupava a presidência da subsidiária.
A atuação de Cunha, segundo a petição, permitiu que Furnas comprasse, em 2008, as ações da Serra da Carioca II, que era sócia da estatal, em um consórcio para construção da Usina Hidrelétrica Serra do Facão, em Goiás.
HOTEL
Janot citou a proximidade de Cunha e Funaro. A relação entre Eduardo Cunha e Lúcio Bolonha Funaro “é, também, bastante conhecida, conforme diversos elementos já apurados. Embora ambos neguem, tal relação já surgiu quando se verificou que Funaro pagava o hotel do parlamentar. Recentemente, em denúncia ofertada em face do parlamentar, apurou-se que Funaro utilizou de avião cedido por Eduardo Cunha como contraprestação pelo pagamento de propina”, diz a Procuradoria.
Cunha já é alvo de outros cinco processos no STF por causa da Lava Jato. O deputado já foi transformado em réu pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, foi denunciado em inquérito que apura contas secretas na Suíça, e é alvo de outros três inquéritos.
OUTRO LADO
Cunha nega envolvimento com irregularidades e acusa o PGR de ser seletivo.

“O PGR continua despudoradamente seletivo com relação ao Presidente da Câmara. Se o critério fosse, de fato, a citação na delação do senador Delcídio, ele deveria, em primeiro lugar, ter aberto inquérito para investigar a presidente Dilma, citada pelo senador por práticas de obstrução à Justiça”, informou Cunha por meio de nota.

De: Folha de São Paulo
Zé Doca em Foco

Justiça nega pedido para que vice assuma prefeitura de Santa Inês

O desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Raimundo Melo, extinguiu em decisão monocrática Mandado de Segurança impetrado pelo vice-prefeito de Santa Inês, Ednaldo Alves Lima, pedindo o afastamento do prefeito daquele município, Ribamar Alves.

No mandado, Ednaldo Alves Lima questionou decisão proferida pelo desembargador Lourival Serejo, que, ao receber agravo interno, não concedeu efeito suspensivo ao pleito para que o vice-prefeito assumisse interinamente o comando do Executivo Municipal.
Em sua decisão, o desembargador Raimundo Melo ressaltou que o posicionamento, antes prevalente, de que o mandado de segurança poderia ser impetrado contra decisões judiciais quando inexistente recurso ao qual se pudesse atribuir efeito suspensivo ou o ato impugnado fosse teratológico por manifesta ilegalidade ou abuso de poder deve ser, agora, adotado com maior cautela.
Melo ressaltou, ainda, que conceder liminar em mandado de segurança contra decisão proferida por magistrado de igual hierarquia configura exceção à regra, somente justificada “se a decisão proferida for eivada de mácula, ilegalidade ou absurdos, que juntos transformem a decisão em verdadeira teratologia jurídica” o que inexiste na decisão proferida pelo desembargador Lourival Serejo a justificar a impetração do mandado de segurança.
Com esse entendimento, o desembargador Raimundo Melo determinou a extinção do processo sem resolução do mérito.

(Processo nº 196232016)

De: Luis Cardoso
Zé Doca em Foco