3 de janeiro de 2017

Moralidade e ética: Prefeita Josinha Cunha, vice-prefeita, vereadores e secretários abrem mão de aumento de salários em Zé Doca


Logo após assumir os destinos do município de Zé Doca a prefeita Josinha Cunha (PR) já vem demonstrando que pretende fazer uma administração enxuta, transparente e na ética. 
Em reunião com a sua vice-prefeita Ana Sampaio (PSD), vereadores e secretários ficou acordado que o aumento dado á prefeita, vice, vereadores e secretários seriam descartados. Em face de grande crise financeira que vive o país e a situação de calamidade que se encontra o município de Zé Doca a prefeita achou por bem não aumentar salários, o que foi perfeitamente compreendido por todos.

Entenda o caso

Em novembro de 2016 Um acordo promoveu o aumento salarial da prefeita de Zé Doca Josinha Cunha, da vice-prefeita eleita, Ana Angélica Moura Sampaio, dos vereadores eleitos e reeleitos da Câmara e de todos os futuros secretários do município.
O aumento foi aprovado, em unânime, pelo Plenário da Câmara de Vereadores da cidade. Pela proposta, em vez de receber 16 mil mensais reais, Josinha Cunha passaria a receber 20 mil reais; e Ana Sampaio passaria de 8 mil reais para 10 mil reais. Os parlamentares da cidade, que atualmente ganham 6 mil reais, passariam a receber 11 mil reais. Já o salário dos secretários municipais pularia de 3,5 mil reais para 6 mil reais.

O projeto foi elaborado e sancionado pela própria Câmara de Vereadores, o reajuste passaria a valer a partir desse mês. 
Entendendo que o momento é de evitar despesas a prefeita, vice, vereadores e secretários resolveram “cortar na própria carne” para assim começar um governo forte onde a prioridade mesmo será o bem estar da população.

Zé Doca em Foco

Nenhum comentário: