2 de abril de 2017

Projeto de lei do vereador Hennio Silvestre é aprovado na câmara e problemas com animais soltos nas ruas de Zé Doca estão com os dias contados


O sonho do vereador Hennio Silvestre (PSD), de acabar com um problema que parecia crônico em Zé Doca vai se tornar realidade, isso porque um projeto de lei de autoria do próprio vereador e endossado pelo presidente da câmara Edilson Romão foi votado e aprovado por unanimidade na sessão da última sexta-feira (31). O assunto já vinha sendo debatido em outras sessões e por várias vezes o parlamentar foi a São Luis para se reunir com os órgãos que farão parte desse projeto audacioso até que então não passava de um sonho.

O vereador disse em entrevista que a falta de responsabilidade dos proprietários de animais que ficam soltos às margens das estradas e em ruas da cidade, está pondo em risco a vida dos condutores que trafegam diariamente por estes caminhos. Segundo o parlamentar, são registrados constantemente acidentes, inclusive alguns com vítimas fatais, sem que alguém seja responsabilizado, e isso requer uma ação maior por parte das autoridades. Apesar do empenho da justiça e do clamor da sociedade, alguns donos de animais parecem não se importar com o problema, e permitem que os animais fiquem soltos nas ruas, avenidas e praças sem se preocupar com os danos que isto pode causar aos motoristas e seus passageiros. Hennio Silvestre disse que também haverá rigor na punição aos donos desses animais que poderão pagar multas para terem o animal de volta e até perderem o animal em caso de reincidência. Segundo o vereador, o projeto foi bem estudado e discutido antes de ser aprovado e depois do recolhimento, todos os animais recolhidos serão levados para um local específico onde serão avaliados, alimentados e bem cuidados até que as providencias sejam tomadas.


O projeto que tem a aprovação unanime da população será colocado em prática pela prefeitura de Zé Doca e terá o apoio da AGED e até da Polícia Rodoviária Federal que entrará na guerra contra a problemática.

Zé Doca em Foco

Nenhum comentário: