15 de agosto de 2017

Bomba! Moradora de Zé Doca denuncia irmão do juiz Clésio Coelho Cunha de apropriação indevida de terreno

Na última sessão da câmara de vereadores realizada no dia 11, a senhora Maria das Graças Oliveira Sipaúba usou a tribuna para denunciar o advogado e irmão do juiz Clésio Coelho Cunha, o senhor Renato Coelho de ter usado artifícios ilegais para documentar de forma irregular um terreno que pertencia à família da denunciante. 
Segundo Maria das Graças, em 2014 a mesma estava tentando regularizar a documentação do terreno junto ao município, o Dr. Renato que era amigo da família e procurador do município  de imediato ofereceu ajuda, o que ela prontamente aceitou.  Dona Maria estranhando a demora na solução do problema resolveu ir a prefeitura saber como andava a questão, para sua surpresa ela tomou conhecimento que o terreno havia sim, sido documentado, mas em nome de outra pessoa.  A beneficiada foi Aline Barros, secretária do Dr. Renato que segundo a denuncia foi usada como “laranja” para que posteriormente o terreno fosse vendido a terceiros. 
A dona Maria das Graças afirmou ter denunciado o caso ainda na legislatura passada e também entrou na justiça. Segundo afirmou nada foi feito por se tratar de um irmão de um juiz.  Os vereadores da base do governo afirmaram que vão abrir uma CPI para apurar o caso, que pode não ser o único.

Mais denúncias

O ex-prefeito de Caxias Paulo Marinho afirmou em rede social também ter sido vitima de algo parecido, desta vez envolvendo o próprio juiz Clésio Coelho Cunha. Paulo Marinho relatou que estava indo a Teresina, quando tomou um susto ao olhar o seu terreno sendo terraplanado.
O ex-prefeito disse que o terreno foi adquirido pela empresa Antares Concessionária Ford do Piauí. Segundo ele, a Antares adquiriu sua propriedade através de uma empresa que pertence a um juiz que serviu em Caxias.  Segundo pessoas próximas ao ex-gestor  trata-se do juiz Clésio Coelho Cunha, que era titular da 2ª Vara da Comarca de Caxias e foi promovido por antiguidade para a entrância final da Comarca de São Luís.
O juiz responde a vários processos, inclusive por grilagem de terra, segundo o ex-prefeito de Caxias denuncia em sua página.

Zé Doca em Foco

Nenhum comentário: