26 de agosto de 2017

Principal suspeito da morte de vereador foi encontrado com pedaços de carne da vítima nas unhas


A Polícia Civil, que investiga a morte do vereador de Governador Nunes Freire, Antônio Kledison Rodrigues (PPS), 38 anos, não tem mais dúvidas de que o maior suspeito do crime é o jovem Shalon, que foi preso em um hospital, com sinais de arranhões no pescoço e vestígios de carne da vítima nas unhas. Ele e mais dois amigos, também presos, passaram a noite toda bebendo com o vereador.

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, esteve ontem na cidade de Nunes Freire para acompanhar de perto as investigações que deram resultados imediato. Portela informou que o suspeito caiu em várias contradições quando foi interrogado. Shalon, por exemplo, disse que havia chegado em sua casa na madrugada do crime, por volta das 2h. A própria mãe dele desmentiu ao afirmar que o filho chegou depois das 7h.
A Polícia Civil realiza exames nos vestígios encontrados e busca saber a motivação do crime, uma vez que os três suspeitos gozavam da amizade do vereador. O corpo de Kledison foi enterrado hoje pela manhã em clima de comoção.
A vítima estava em seu primeiro mandato de vereador e antes havia sido secretário de Saúde de Nunes Freire. Ele era enfermeiro por formação.
Abaixo o momento da prisão do principal suspeito:

Nenhum comentário: